OPOTÉ MALONPA IKPENG

Opoté nasceu em 1980 na aldeia Txicão, É filho de Araká, o werem da aldeia (cacique) e de Txiwugu Ikpeng. Vem aprendendo com o pai os conhecimentos tradicionais para mais tarde ensinar aos mais novos. Quando era menino, gostava de fabricar motopa (cesto), pïrom (flecha), topkak (arco), ponmu (espremedor de mandioca) e outros artefatos. Gostava de sair para os lagos nas pescarias coletivas e de cozinhar. Por isso foi ajudante do tio Wompi no preparo das comidas para os brancos quando vinham trabalhar no posto da FUNAI, perto da aldeia.

Quando cresceu, criou junto com outros jovens o Kwakwaktxitxi (Movimento dos Jovens Ikpeng) para incentivar e valorizar o trabalho coletivo da comunidade, seja nas roças, nas construções das casas, na limpeza da aldeia, na organização das festas; nas manifestações políticas em defesa do território. Curioso e animado, participou de vários cursos: de mecânico, de controle de poluição ambiental, estratégia de conservação de recursos naturais, de roteiro de filme e por último de técnico de áudio. Fez parte da equipe de gravação do CD Yumpuno Eremrï (Cantos do Yumpuno). Opote é solteiro.

Foto: Tania Anaya