PÏRINOP - MEU PRIMEIRO CONTATO

Sinopse:

Em 1964, os índios Ikpeng têm seu primeiro contato com o homem branco numa região próxima ao rio Xingu, no Mato Grosso. O filme relata este encontro, ou o que restou dele: as lembranças, o exílio, a terra abandonada, o desejo e a luta pelo retorno.


Ficha técnica:

83 minutos | 2007 | versões em português, inglês, espanhol e francês

Direção: Mari Corrêa e Karané Ikpeng

Com a participação de : Kumaré e Natuyu Txicão

Imagem: Karané Ikpeng, Mari Corrêa e Kumaré Txicão

Produção: Vídeo nas Aldeias

Produção Executiva: Mari Corrêa

Som Direto: Natuyu Txicão

Montagem: Aurélie Ricard, Mari Corrêa e Karané Ikpeng

Tilha sonora : Yuri Queiroga - Participação especial: Rivotrill


Prêmios:

Seleção Competitiva Oficial – IDFA- International Documentary Film Festival Amsterdam

Melhor Documentário de Longa Metragem no Festival Internacional de Cinema Ambiental - FICA, Junho 2007, Goiás

Prêmio Único de la Categoria Indígenas no IV Encuentro Hispoamericano de Video    Documental Independente – México, 2007

Prêmio de Melhor Obra no VIII Festival Internacional de Cine y Video de los Pueblos Indígenas, México, 2007

Grande Prêmio Documentário Etnográfico no III Amazonas Film Festival – Manaus

Prêmio Horizonte do 22nd International Documentary Film Festival 2007, Munich  Alemanha

Grande Prêmio Rigoberta Menchú no Festival Présence Autochtone Terres en Vues Montréal, Canadá 2007

Melhor Documentário eleito pelo júri e pelo público no Festival FASAI de meio-ambiente

Prêmio especial do Júri no Festival dos Povos – Nova Caledônia

Prêmio Melhor Longa metragem no Festival Internacional El Ojo Cojo, Madrid, Espanha

Prêmio UNESCO de Melhor Longa metragem no Festival Cine Pobre, Cuba

Prêmio TV Telesur de Melhor Longa metragem no Festival Cine Pobre, Cuba

Menção Honrosa na 12a Mostra Int. do Filme Etnográfico – Rio de Janeiro

Menção honrosa no Festival de Cinema de Sucre, Bolívia 2007 (Adquirir)